Ford acelera com Ranger

0

A Ford Ranger cresceu tanto em volume como em participação dentro do segmento de picapes médias no ano passado e começou 2007 com força nas vendas, mantendo a seqüência de bons resultados dos últimos meses.  Em 2006 a linha cresceu 15,5%, com o total de 9.857 unidades, e obteve uma participação de 15,9% – 0,7% maior que a registrada no ano anterior –, segundo dados do Renavam.

O dado mais significativo, porém, é a mudança do patamar de vendas mostrada pela Ranger em 2006. Depois de iniciar o ano com um volume em torno de 500 a 600 unidades por mês, a picape avançou em agosto para a faixa de 1.000 veículos mensais. Desde então, vem mantendo esse volume e atingiu em dezembro 1.169 unidades, que lhe deram uma participação de 18,7%. Os dados preliminares de vendas mostram que ela deve fechar janeiro com uma fatia ainda maior, superior a 20%.

Esse bom desempenho se deve, principalmente, a uma estratégia bem-sucedida de posicionamento de preço adotada pela Ford, levando em consideração as necessidades dos clientes e as finalidades de aplicação de cada modelo. “A Ranger é a linha mais completa do segmento de picapes médias, com motores a diesel e gasolina, cabine simples e cabine dupla e tração 4×2 ou 4×4. É uma picape avançada e de tradição, que os consumidores conhecem e admiram. Por isso, depois que fizemos alguns ajustes de preços na linha no meio do ano passado a resposta foi imediata”, diz Wilson Vasconcellos Filho, gerente de Produto de Picapes da Ford.

Segundo ele, essa estratégia reforçou a competitividade da Ranger tanto nas versões a diesel, com o motor eletrônico PowerStroke 3.0 L, como a gasolina, com o motor 2.3 L, que agora conta também com garantia de fábrica para kit de GNV especificado.

“Uma tendência verificada em 2006 foi o crescimento nas vendas das picapes a gasolina, que reflete não só a diferença de preço dos modelos com essa motorização como os problemas enfrentados pelo agronegócio, tradicional cliente das picapes a diesel. Com a retomada do crescimento nas atividades desse setor, prevista para este ano, a demanda das picapes a diesel deve ser maior”, completa Vasconcellos.

A agência de publicidade JWT fopi acionada para dar mais gás à campanha do Ford Ranger, que vende o onceito “Pode confiar. É raça forte”. O filme comercial, por exemplo,  mostra um casal em uma Ranger saindo de uma fazenda. Ao cruzar a porteira, o motorista cumprimenta um peão, com chapéu de palha e sotaque caipira. O peão informa a queda de uma ponte e a dificuldade de chegar à cidade, porque o rio transbordou. Mas o motorista insiste em dizer que vai até a cidade, o que indica a confiança na robustez e força da Ranger. É com ações nas regiões agroindustriais que a montadora também tem conseguido manter as vendas em alta. E uma aposta firme de que esse será o ano da Ranger, no rastro das vendas dos últimos meses de 2006. 

Share.

About Author

Comments are closed.