CLASSE C QUER MANTER PODER DE COMPRA

0

Não é mais novidade que a classe C deixou de ser o motor da economia. No entanto, o estudo Mudanças do Mercado Brasileiro, da Nielsen, revela que os consumidores conquistaram um novo padrão de consumo, acessando produtos diferenciados, e agora, diante uma desaceleração econômica, querem manter o que conquistaram. A contribuição dos fatores macroeconômicos considerados para crescimento ou retração do grupo de categorias auditado pela Nielsen, por meio de projeções conservadoras, será negativa (na ordem de -3.6%) para a movimentação das cestas em 2015. Isso indica que as pessoas já estão em busca de um ponto de equilíbrio quando o assunto é consumo.  

Segundo a Nielsen, 64% dos brasileiros afirmam que, para poupar, diminuem o lazer fora do lar e 13% estão economizando para pagar dívidas atrasadas. “Os consumidores reduzem o lazer fora do lar, mas querem continuar se divertindo”, diz Gloria Tittoto, analista de mercado da Nielsen.

Outro dado que demonstra a situação de atenção no consumo é a ida ao ponto-de-venda. Houve uma queda de 4,7% no número de visitas ao ponto-de-venda em 2014 com aumento do tíquete médio em 5,6% a cada visita, ou seja, as compras estão sendo mais planejadas: o consumidor vai menos vezes à loja, mas gasta mais a cada visita. E pela pesquisa, a classe A + B é a que está puxando o consumo.

grafico_1

Como consequência, o canal Cash & Carry (popularmente conhecido como Atacarejo) teve um crescimento significativo em 2014. Houve a abertura de 47 lojas no Brasil com 1,4 milhão de lares que passaram a fazer compras neste canal em 2014. “O Cash & Carry é favorecido pela vantagem financeira, atraindo novos compradores e fidelizando o shopper”, afirma Mayane Soares, analista de mercado da Nielsen.
Outros dois canais que se destacaram este ano foram o Minimercado e Supermercado, que se beneficiaram de um aumento do número de itens comprados a cada ida ao ponto-de-venda.
DECISÃO PRECISA – E com o potencial agravamento da crise hídrica e o aumento dos preços da energia e do combustível, esperados para 2015, o cenário não é dos melhores. “A indústria e o varejo terão que ser bem precisos em suas ações. É necessário atuar estrategicamente, pois não há margem para erros. Suas execuções terão o papel de manter a demanda aquecida”, explica Mayane Soares.
No ano passado, maiores esforços na execução das ações (como aumentar a disponibilidade do produto, fazer ativações na loja e até mesmo promoções) foram os principais responsáveis pelo crescimento verificado, tanto que, em valor (não deflacionado), as cestas Nielsen variaram 11,6%. “É como um jogo de forças: enquanto as alterações e incertezas do cenário econômico puxam o resultado para baixo, tanto o aumento de preços (inflação) quanto as ações da indústria e varejo impulsionaram as vendas em valor. Como destaques, tivemos um verão muito longo e a Copa do Mundo que ajudaram a impulsionar as vendas no ano passado, entretanto, o que fez a diferença entre estabilidade e crescimento foram as ações de execução”, conclui Gloria Tittoto.

grafico_2

grafico_3

Compartilhar.

Sobre o autor

Carlos Franco

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP