INTERNET: MAIORIA ACESSA POR SMARTPHONE

0

O total de pessoas que utilizam a internet por meio de um smartphone chegou a 68,4 milhões no primeiro trimestre de 2015, segundo a pesquisa Mobile Report, da Nielsen IBOPE. O número representa um crescimento de cerca de 10 milhões sobre os 58,6 milhões do trimestre anterior.

Entre os dois trimestres, o maior crescimento ocorreu entre as pessoas de menor renda. No quarto trimestre de 2014, as classes C, D e E, juntas, representavam 36%. No trimestre seguinte, passaram a representar 38%, ou um ganho de 2 pontos percentuais. Ainda assim, a posse de smartphone conectado à internet continua bastante concentrada nas classes A e B, que somam 62% do total.

Distribuição dos usuários de internet por meio de smartphone, segundo classe e gênero – Brasil – primeiro trimestre de 2015

grafico_1_ok

26% dos smartphones conectados estão em São Paulo

A pesquisa também registrou aumento do uso do smartphone online entre as pessoas de mais idade. Nas faixas etárias a partir de 35 anos, o crescimento médio no trimestre foi de 20%, enquanto entre adolescentes ficou em 9%. E também foi a primeira vez que a pesquisa registrou uma maioria feminina entre os usuários de internet pelo smartphone, com participação de 51%

A região Sudeste é o maior mercado de smartphones conectados, com 47% do total. Mais da metade dos smartphones do Sudeste estão no estado de São Paulo, que tem 26% do total do Brasil. A segunda maior região é o Nordeste, com 23%.

Distribuição dos usuários de internet por meio de smartphones, segundo faixa etária e região – Brasil – segundo trimestre de 2015

faixa etária

 

regiões

10 a 17

15%

 

Sudeste

47%

18 a 24

22%

 

Nordeste

23%

25 a 34

27%

 

Sul

15%

35 a 49

24%

 

Centro-Oeste

8%

50+

12%

 

Norte

7%

                           Fonte: Mobile Report, Nielsen IBOPE

As redes sociais e comunicadores de mensagens, e-mail, vídeos, notícias, música e portais são os conteúdos e serviços mais utilizados pelos brasileiros na internet do smartphone. Dos 20 aplicativos mais utilizados no Brasil, sete são redes sociais ou comunicadores, quatro são bancos, três são plataformas de e-mail, dois são para vídeos e os outros são um game, uma loja de aplicativos, um navegador e um serviço de mapa e GPS. 

10% dos leitores de notícias no smartphone quer pagar para ler conteúdo jornalístico

 

Os aplicativos ainda não são uma forma usual para ler notícias pelo smartphone. Em abril, 40% dos usuários de internet pelo smartphone disseram que consumiram notícias pelo aparelho. Desses, 68% disseram que abriram o navegador de internet do smartphone para se informar, 42% afirmaram ter lido notícias a partir de compartilhamentos em rede social e 30%, por compartilhamento em um aplicativo de comunicação de troca de mensagens.

grafico_2_okok

A pesquisa também questionou quanto as pessoas estão dispostas a pagar para ler notícias no aparelho. Do total de leitores de notícias, 4% disseram que já pagam para ler conteúdo jornalístico no tablet ou no smartphone e 10% responderam que estão dispostos a pagar. “As regiões mais ricas e que têm população com maior escolaridade apresentaram maior quantidade de pessoas dispostas a pagar para ler notícias”, informou o analista de mídia da Nielsen IBOPE, José Calazans.

E, ainda, a pesquisa indicou que 34% abrem o smartphone para ler notícias mais de três vezes por dia e que 37% ficam mais de 10 minutos a cada vez lendo notícias. Porém, a maioria prefere textos curtos e resumidos, ou mesmo vídeos, em vez de ler notícias longas pelo smartphone. Outra informação que chamou a atenção foi que ‘antes de dormir’ apareceu na pesquisa como um dos momentos mais citados pelos usuários para ler notícias no aparelho.

A pesquisa foi realizada pela internet com 908 usuários de smartphones de todo o Brasil entre 26 de abril e 5 de maio de 2015.

Share.

About Author

Comments are closed.