Loducca aposta no viral

0

“Save my ugly country” (Salve meu país feio) é o mote da campanha publicitáriacriada pela Loducca para o Instituto Europeo di Design (IED), escola italiana de cursos de design, moda, artes visuais e comunicação com sede em São Paulo. Com início neste final de semana, a campanha, composta por 10 filmes, apresenta o personagem Marco Santini Júnior. Chamado pelos amigos pelo codinome Peter, ele tem um grande mau-gosto estético – usa roupas extravagantes e sua casa é decorada com objetos esquisitos. Com humor escrachado, Peter pede em todos os comerciais para que as pessoas salvem o país onde mora, onde tudo é feio – o “Ugly Country”.

Peter, que a todo momento fala em inglês e é traduzido por uma legenda em português, conta que tudo em seu país é feio – sua casa, seu carro e até mesmo sua mulher. Em um dos filmes, ele diz que quer ter um filho e que gostaria de fazer muito amor com a sua esposa. Mas, ao mostrar uma calcinha gigante, demonstra enfrentar dificuldades e pede para que as pessoas tornem sua esposa bonita.

Sem revelar o anunciante, ao final de todos os filmes o endereço www.saveuglycountry.comé apresentado, estimulando as pessoas a visitar o site. Na internet, Peter explica que conheceu o Istituto Europeo di Design e sugere às pessoas freqüentarem os cursos da escola a fim de fazerem algo pelo seu país feio. O site traz ainda mais detalhes sobre o IED e seus cursos e conta com uma promoção: aquele que enviar algo mais bonito para o ugly country de Peter ganha uma bolsa de estudo na escola.

“O IED é uma escola jovem, criativa. Por isso, tínhamos que fazer algo completamente fora do convencional. E mais ousado do que a própria campanha é o anunciante, que comprou e apoiou a idéia desde o começo”, explica Guga Ketzer, Diretor de Criação da Loducca.

Ketzer, além da criação, assina também a produção dos 10 filmes, gravados na própria Loducca. “Apesar de não ser a primeira vez que faço direção em uma campanha, acho que esta foi mais complicada. É muito difícil dirigir um ator. Mas tinha o texto e o conceito claros na cabeça. Acho que a experiência deu mais que certo. E contei com as dicas de um grande diretor e amigo”, conta o profissional no mesmo comunicado.

Três comerciais já começaram a ser veiculados na TV Globo, na MTV e na PlayTV. Os demais serão espalhados em diferentes sites pela Epidemic – empresa de marketing viral responsável pelo buzz da campanha.

Share.

About Author

Comments are closed.