Made in Brazil

0

Uma leva de criativos brasileiros cruza o Atlântico
rumo à Fischer Portugal. Atraídos pela trajetória de sucesso da agência no mercado português em curto espaço de tempo e pela perspectiva de crescimento, os redatores Marco “Pernil” Giannelli (ex-Lew,Lara) e Gustavo Vilela (ex-Almap BBDO) e os diretores de arte Henri Honda (ex-Leo Burnett SP) e Sergio Lobo (ex-Leo Burnett Lisboa) acabam de se juntar ao time
comandado pela também brasileira Daniela Ribeiro.

Já presente na América Latina, a rede Fischer abriu sua primeira filial na Europa em novembro do ano passado, em sociedade com a MyBrand, uma das mais prestigiadas empresas de branding daquele país. Em apenas nove meses de vida conquistou 07 contas importantes – entre elas Honda Automóveis, UZO (operadora de telefonia móvel do grupo Portugal Telecom), GE Money e Grupo Capital Prisa.

Com exceção de Sérgio Lobo, que já estava morando em Lisboa, os outros três partem diretamente do Brasil para se integrar à operação da Fischer em terras lusitanas. Além de Daniela, a agência, que é comandada pelo executivo português Carlos Galamba, conta em seus quadros com outros brasileiros e também com experientes profissionais portugueses.

“A experiência nos mostra que essa alquimia entre portugueses e brasileiros está dando certo. De um lado, a alegria, a agilidade e a capacidade que temos de, mesmo sob pressão, produzir idéias em fartura. De outro lado, contamos com o repertório e o profundo conhecimento que os nossos colegas portugueses têm do mercado local e aí chegamos a uma combinação muito
interessante”, diz Daniela Ribeiro.

A contratação dessa nova leva de criativos brasileiros vem justamente reforçar essa fórmula de sucesso, ampliando a estrutura da agência.

“Em apenas nove meses a Fischer conseguiu ter uma carteira de clientes invejada por todo o mercado aqui em Portugal. Não existe nada melhor que estar em um time com essa vontade de crescer, você acaba crescendo junto”, diz Sérgio Lobo, diretor de arte, ex-Leo Burnett Lisboa.

“Consegui conciliar o desejo de morar na Europa com a possibilidade de trabalhar numa agência que tem o pique brasileiro e tudo para continuar crescendo e se consolidando no mercado português”, aposta o redator Marco “Pernil” Gianelli, que veio da Lew,Lara.

“O que mais me atraiu na Fischer Portugal foi justamente o fato dela estar começando. Você tem a chance de crescer junto com a agência, num ambiente
sem vícios e que não está engessado como geralmente são as multinacionais”, completa Henri Honda, diretor de arte, ex-Leo Burnett SP.

Perfis
Marco “Pernil” Giannelli Redator. Atuou pela Ogilvy, Giovanni FCB, Carillo Pastore Euro RSCG e, por último, na Lew,Lara, de onde saiu para integrar a equipe de criação da Fischer Portugal. Trabalhou para marcas como Kaiser, Fiat, Peugeot, Primus, Embratel, TIM, Nokia, Folha de S. Paulo, Banco Real, Disney, Jeep e Nike,
entre outros. Tem um GP no Ojo de Ibero-américa e várias peças no anuário do CCSP e na Archive.

Henri Honda
Diretor de arte. Veio da Leo Burnett SP e tem passagem também pela Loducca. Atendeu clientes como Sabesp, Mitsubishi, Fiat, Visa e Kellogg´s.
Gustavo Vilela
Redator. Trabalhou, no Rio de Janeiro, na Duda Propaganda e na Giovanni FCB. Em São Paulo, passou pela Fischer América e estava na Almap BBDO, de onde saiu para embarcar no projeto da Fischer Portugal.

Sergio Lobo
Diretor de arte. Ex-Leo Burnett Lisboa, teve passagens pela Script e Giovanni, FCB, no Rio de Janeiro. Ganhou prêmios como Leão de Prata em Cyber e em Marketing Direto e Leão de Bronze em Use of Media. Tem ainda 7 medalhas no Fiap e um ouro no El Sol.

Share.

About Author

Comments are closed.