MotorZ estaciona nas revendas

0

A Motor-Z, marca do grupo Zeppini, que lançou em março a primeira linha de scooters elétricas do mercado nacional, chega a marca de 19 revendedores no Brasil, em apenas dois meses de operações. A empresa, sediada em S.Bernardo do Campo-SP, espera chegar até o final do ano com 120 revendedores e pontos-de-venda exclusivos ou multimarcas. 

Agora a rede Motor-Z conta com representantes na cidade de São Paulo, litoral Paulista, além das lojas em outros estados e regiões do país como Rio de Janeiro (duas lojas na capital), Minas Gerais (Belo Horizonte), Distrito Federal (Brasília), Pernambuco (Recife), Maranhão (São Luiz) Paraná (Maringá e Curitiba) e Mato Grosso (Cuiabá).

De acordo com Paulo Fernandez, diretor executivo da Motor-Z, a expansão significa que os parceiros apostam no novo negócio: “A scooter elétrica é um novo conceito de motocicleta que no futuro estará presente em larga escala. Não é um concorrente das motos de baixa cilindrada. Se trata de um produto diferenciado para atender necessidades de pequenos e médios deslocamentos”, diz o empresário.

Modelos S800, com design atual e V500, de apelo vintage.
 
A Motor-Z pretende expandir a linha de motos elétricas, que são importadas da China pelo sistema CKD (completamente desmontadas), até o final deste ano, no Salão das Duas Rodas, em outubro. No entanto, ainda não detalha como serão os novos modelos. A empresa conta com três opções elétricas com preços a partir de R$ 3.650,00: a S500, o modelo de entrada com design moderno e motor de 500watts; a V500, que parece uma scooter dos anos 50 com seus cromados e acabamento diferenciado; e a S800, um pouco maior e com motor mais potente de 800watts. Todos os modelos dispensam alavancas de câmbio, já que possuem motor com tração aplicada diretamente sobre a roda traseira. Para carregá-las, basta ligar à rede elétrica em tomadas comuns e carregar por até seis horas.

 

 

Share.

About Author

Comments are closed.