NEW QUEER NA TELA DA CAIXA

0

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de hoje, 9, a 21 de junho, a mostra New Queer Cinema – Cinema, Sexualidade e Política, que vai exibir um conjunto de filmes produzidos na efervescente virada dos anos 1980 para os anos 1990. A mostra valoriza tramas sobre personagens gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Serão exibidas 27 produções, sendo 14 longas-metragens, quatro médias e nove curtas, além de duas mesas de debate com a participação de pesquisadores e cineastas. Produções dos Estados Unidos (EUA), Canadá, Reino Unido, e seis títulos do Brasil integram a mostra.

A proposta é levar ao público importantes produções que trataram a homossexualidade de forma política e ousada, em um momento em que a AIDS avançava no mundo – final dos anos 1980 – e quando os governos não sabiam como lidar com a doença. Cineastas, então, passaram para as telas uma nova forma de ver a sexualidade, rompendo os padrões reinantes em Hollywood e na TV.

Os curadores Mateus Nagime e Denilson Lopes destacam a exibição de filmes raros, que nunca tiveram sessões públicas no Brasil. A mostra vai ainda celebrar as produções nacionais produzidas entre 2013 e 2015, claramente identificadas com a produção queer dos anos 80 e 90. “Um dos objetivos da mostra é reavaliar, passados cerca de 25 anos das primeiras produções, a importância e o impacto do New Queer Cinema e o que ele representa na sociedade contemporânea, colocando novas questões em debate”, comenta Mateus.

Além do Rio de Janeiro, a Mostra também acontece nas unidades da CAIXA Cultural de São Paulo (até 10 de junho), de Fortaleza (de 11 a 23 de agosto), e de Curitiba (de 25 a 30 de agosto), com patrocínio da Caixa Econômica Federal e Governo Federal.

Debates:
Na quinta-feira (dia 11), às 19h, o debate O New Queer Cinema, sua relação com a história, política e a historiografia do cinema será tema da mesa formada por Mateus Nagime, Hernani Heffner (pesquisador, professor e chefe do acervo da Cinemateca do MAM-RJ) e Yann Beauvais (pesquisador e realizador). Já na quinta-feira (dia 18), no mesmo horário, será a vez do tema As diferentes faces do New Queer Cinema e sua luta contra o mainstream, com Denilson Lopes, e os pesquisadores Vinicios Ribeiro e Matheus Santos.

New Queer Cinema:
A expressão foi usada pela primeira vez na revista britânica Sight and Sound. Foi graças a exibições em festivais de destaque, como os de Toronto, Sundance e Amsterdã, que surgiu o termo New Queer Cinema. A novidade na produção cinematográfica representava uma séria discussão sobre as sexualidades alternativas no cotidiano da sociedade norte-americana. Alguns filmes foram produzidos pelo grupo político Act Up, em uma espécie de cinema-militância em favor da sexualidade livre e do rompimento com padrões convencionais.

Programação:
9 de junho (terça-feira)
18h – Abertura
19h30 – O Animal Sonhado, de Breno Baptista, Luciana Vieira, Rodrigo Fernandes, Samuel Brasileiro, Ticiana Augusto Lima e Victor Costa Lopes. Brasil, 2015. 79 min. 18 anos.

10 de junho (quarta-feira)
15h – Doctors, Liars & Woman: Aids Activists Say No To Cosmo, de Jean Carlomusto e Maria Maggenti. EUA, 1988. 23min.
The Making of Monsters, de John Greyson. EUA, 1991, 15min. 12 anos.
17h – Tatuagem, de Hilton Lacerda. Brasil, 2013, 110min. 16 anos
19h15 – Urinal / Pissoir , de John Greyson. Canadá, 1989, 100min. 18 anos.

11 de junho (quinta-feira)
15h – It’s a Sin (1987), de Derek Jarman. Reino Unido, 1991, 5min.
Eduardo II / Edward II, de Derek Jarman. Reino Unido, 1991, 87min. 16 anos.
17h – The Watermelon Woman, de Cheryl Dunve. EUA, 1991, 90 min. 12 anos.
19h – Debate: O New Queer Cinema, sua relação com a história, política e a historiografia do cinema
Participantes: Hernani Heffner (pesquisador, professor e chefe do acervo da Cinemateca do MAM) e Yann Beauvais (pesquisador e realizador)
Moderação: Mateus Nagime (curador da mostra)

12 de junho (sexta-feira)
15h – The Dead Boys Club, de Mark Christopher. EUA, 1992, 26min.
Doce Amianto, de Guto Parente e Uirá dos Reis. Brasil, 2013, 70min. 16 anos.
17h – The Queen is Dead, de Derek Jarman. Reino Unido, 1986, 13 min.
Batguano , de Tavinho Teixeira. Brasil, 2014, 74min. 18 anos.
(2014), 74mins, BRASIL,
19h – The Living End, de Gregg Araki. EUA, 1992, 92 min. 19 anos.

13 de junho (sábado)
15h – Na Sua Companhia, de Marcelo Caetano. Brasil, 2012, 22 min.
No Skin Off My Ass, de Bruce LaBruce. Canadá, 1991, 73 min. 18 anos.
17h – Garotos de Programa / My Own Private Idaho, de Gus Van Sant. EUA, 1991, 104 min. 18 anos
19h15 – Línguas Desatadas / Tongues Untied, de Marlon Riggs. EUA, 1989, 55min.
Seams, de Karim Ainouz. Brasil, 1993, 29 min. 14 anos

14 de junho (domingo)
15h – The Living End, de Gregg Araki. EUA, 1992, 92 min. 18 anos.
17h – Urinal / Pissoir, de John Greyson. Canadá, 1989, 100 min. 18 anos.
19h – Fast Trip, Long Drop, de Gregg Bordowitz. EUA, 1994, 54 min.
Looking for Langston, de Isaac Julien. EUA, 1989, 45 min. 14 anos.

16 de junho (terça-feira)
15h – Línguas Desatadas, de Marlon Riggs. EUA, 1989, 55min.
Seams, de Karim Ainouz. Brasil, 1993, 29 min. 14 anos.
17h – Doctors, Liars & Woman: Aids Activists Say No To Cosmo, de Jean Carlomusto, Maria Maggenti. EUA, 1988, 23 min.
The Making of Monsters, de John Greyson. EUA, 1991, 35 min. 12 anos.
19h – Tatuagem, de Hilton Lacerda. Brasil, 2013, 110 min. 16 anos.

17 de junho (quarta-feira)
15h – Nation, de Tom Kalin. EUA, 1992, 1min.
Swoon – Colapso do Desejo / Swoon, de Tom Kalin. EUA, 1992, 93 min. 18 anos.
17h – It’s a Sin, de Derek Jarman. Reino Unido, 1987, 5 min.
Eduardo II / Edward II, de Derek Jarman. Reino Unido, 1991, 87 min. 16 anos.
19h – Estudo em Vermelho, de Chico Lacerda. Brasil, 2013, 16 min.
Veneno / Poison, de Todd Haynes. EUA, 1991, 85 min. 16 anos.

18 de junho (quinta-feira)
15h – Paciência Zero / Zero Patience, de John Greyson. Canadá, 1993, 97 min. 14 anos.
17h – Young Soul Rebels, de Isaac Julien. Reino Unido, França, Alemanha e Espanha, 1991, 105 min. 16 anos.
19h – Debate: As diferentes faces do New Queer Cinema e sua luta contra o mainstream.
Participantes: Vinicios Ribeiro (pesquisador) e Matheus Santos (pesquisador)
Moderação: Denilson Lopes (curador da mostra)

19 de junho (sexta-feira)
15h – This is Not an AIDS Advertisement, de Isaac Julien. Reino Unido, 1987, 14 min.
O Animal Sonhado, de Breno Baptista, Luciana Vieira, Rodrigo Fernandes, Samuel Brasileiro, Ticiana Augusto Lima e Victor Costa Lopes. Brasil, 2015, 79 min. 18 anos.
17h – The Dead Boys’ Club, de Mark Christopher. EUA, 1992, 26 min.
Doce Amianto, de Guto Parente e Uirá dos Reis. Brasil, 2013, 70 min. 16 anos.
19h – The Queen is Dead, de Derek Jarman. Reino Unido, 1986, 13 min.
Batguano, de Tavinho Teixeira. Brasil, 2014, 74 min. 18 anos.

20 de junho (sábado)
13h – Fast Trip, Long Drop, de Gregg Bordowitz. EUA, 1994, 54 min.
Looking for Langston, de Isaac Julien. EUA, 1989, 45 min. 14 anos.
14h45 – Young Soul Rebels, de Isaac Julien. Reino Unido/França/Alemanha/Espanha, 1991, 105 min. 16 anos.
17h – Estudo em Vermelho, de Chico Lacerda. Brasil, 2014, 16 min.
Veneno / Poison, de Todd Haynes. EUA, 1991, 85 min. 16 anos.
19h – Nation, de Tom Kalin. 1992, 1 min.
Swoon – Colapso do Desejo / Swoon, de Tom Kalin. EUA, 1992, 93 min. 18 anos.

21 de junho (domingo)
13h – The Watermelon Woman, de Cheryl Dunye. EUA, 1991, 90 min. 12 anos.
Eduardo II / Edward II, de Derek Jarman. Reino Unido, 1991, 87 min. 16 anos.
14h50 – Garotos de Programa / My Own Private Idaho, de Gus Van Sant. EUA, 1991, 104 min. 18 anos.
17h – Paciência Zero / Zero Patience, de John Greyson. Canadá, 1993, 97 min. 14 anos.
19h – Na Sua Companhia, de Marcelo Caetano. Brasil, 2012, 22 min.
No Skin Off My Ass (1991), de Bruce LaBruce. 1991, 73 min. 18 anos

Serviço:
New Queer Cinema – Cinema, Sexualidade e Política
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Data: 9 a 21 de junho de 2015 (de terça-feira a domingo)
Horário: Consultar programação
Entrada: R$4,00 (inteira) e R$2,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.
Lotação: 78 lugares (mais 3 para cadeirantes)
Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 10h às 20h

Share.

About Author

Comments are closed.