Nilmar como Zidane

0

No momento em que a Copa das Nações Danone 2007 chega à sua fase final, que vai definir o time sub-12 que irá representar o Brasil no mundial da França, a Danone aproveita a oportunidade para anunciar que o padrinho da Copa este ano é o jovem e talentoso Nilmar, de apenas 23 anos. Ele participará de uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 18, no Novotel Jaraguá, na região central da cidade.

 

Nilmar, que tem entre os principais títulos, o de Campeão Gaúcho pelo Internacional (2001-2004), Campeão Francês pelo Lyon (2004-2005) e Campeão Brasileiro pelo Corinthians (2005),  já estava sendo sondado para ser o padrinho do time brasileiro há algum tempo devido às suas qualidades como jogador de futebol profissional, visando inspirar as crianças e elevar ainda mais a moral dos times para a fase final da competição: Amorim e Carlos Drummond (escolas particulares de São Paulo); Joana D’Arc (clube de Mogi das Cruzes) e Chuteira de Ouro (clube de Campinas).

 

Nilmar terá também papel fundamental na motivação e apoio do time representante brasileiro na fase internacional, que irá competir com 39 outros países na frente de mais de 30 mil pessoas no Stade de Gerland, em Lyon, na França. Ele vai dar apoio e conselhos aos quatro times finalistas.

 

O padrinho vai encontrar as crianças nesta sexta-feira, dia 18 de maio, um dia antes dos jogos finais, em um evento de confraternização no Novotel Jaraguá, no centro de São Paulo. Nesta mesma oportunidade, Nilmar irá conceder uma coletiva de imprensa para falar de sua participação no projeto e sobre sua carreira. As semifinais e a final acontecem no sábado, 19 de maio, das 10h00 às 12h30, no estádio da USP.

Nilmar ocupa, no Brasil, a posição que Zidane ocupa internacionalmente, pois o francês é o padrinho oficial da competição e todo o dinheiro arrecadado com os jogos do mundial naquele país vai ser convertido para a Associação Européia de Leucodistrofia, patrocinada pelo ídolo, que luta para combater esta doença rara que ataca o cérebro, a medula e os nervos periféricos de crianças.

A doação à Associação Européia de Leucodistrofia é mais um reflexo dos valores da Danone que os padrinhos ao redor do mundo devem passar às crianças, como ética, bom relacionamento entre as culturas, fair play e inclusão social. A Copa das Nações Danone 2007 envolve milhões de meninos e meninas de 10 a 12 anos de idade, de todas as classes sociais, em 40 países por todo o mundo, ao redor de uma paixão nacional e mundial, o futebol. Mundialmente, a Copa já tem o reconhecimento da Fifa, a Federação Internacional de Futebol, e de várias confederações e federações de diversos países.

 

Neste ano, os times vencedores do maior torneio de futebol do mundo para crianças vão sair de um universo de 2,5 milhões de jogadores que compõem times de 110 mil escolas públicas e privadas e 65 mil clubes e escolinhas de futebol em todo o mundo. No Brasil, no torneio deste ano, que cresceu quase 50% sobre o ano de 2006, foram inscritos 143 times da Grande São Paulo, com mais de 2.000 jogadores. Apoiam o evento na fase brasileira,  além da cadeia de Hotéis Novotel, a Unimed e a Adidas. A Speed Sports organiza o evento.

 

Para o time brasileiro vencedor, além da passagem aérea, estadia, alimentação e materiais de jogo, a participação na Copa das Nações Danone dá a possibilidade de trazer para casa o trófeu de campeão mundial e muitas boas e eternas lembranças da viagem, do campeonato, do relacionamento com outras crianças do mundo e com o próprio jogador Zidane, que vai encontrar os times vencedores.

 

 

Share.

About Author

Comments are closed.