O portfólio digital da DPZ

0

A DPZ Propaganda começou a mostrar ao mercado nesta semana o seu novo portifólio, agora digital e cheio de novidades. Além de grandes nomes da propaganda, Roberto Duailibi, Francesc Petit e José Zaragoza viraram personagens ilustrados. Estilizados em suas características mais marcantes pelo traço de Briquet, a cada toque no mouse os três vão mostrando a DPZ, apresentando campanhas novas, falando da história da agência criada há 38 anos, dos clientes, das contas novas, sempre de forma bem humorada e criativa. Isso quer dizer que a DPZ, que já é sinônimo de criatividade e bom gosto, agora será também digital.

Todo o potencial criativo de uma das maiores agências de propaganda do País está lá, exposto no portifólio digital. A DPZ, que recentemente renovou sua equipe de criação, reestruturou vários departamentos, criou a área de Estratégia e Negócios, além de abrir novas frentes de trabalho a partir de parcerias estratégicas no mercado, quer mostrar que está cada vez mais aparelhada e pronta a atender a qualquer demanda.

Entre as novidades que a DPZ quer mostrar ao mercado está a criação em sociedade com a holding Clube, há um ano, da Samba Comunicação, uma agência de marketing direto e eventos especializada no público jovem. Outra iniciativa desse tipo se deu com a Tríade, agência com expertise em planejamento estratégico, mídia digital e convergência de mídias. Samba e Tríade já executam vários projetos de forma independente em clientes e não clientes da DPZ e, juntas, estão à frente da organização e realização do ESWC – Eletronic Sport World Cup, a Copa do Mundo dos games, cuja etapa no Brasil acontece no meio do ano e que deve reunir pelo menos 30 mil participantes. A DPZ também está ampliando suas atividades no exterior, seja em associação com a Dentsu, seja na sua consolidação na América do Sul, principalmente na Argentina, Uruguai e Chile

 
Além de o portifólio digital informar e mostrar a todos um pouco da DPZ, prevalece sempre o conceito de que a agência continua sendo uma das campeãs do mercado em ética, criatividade e bom gosto. O CD Rom apresenta uma DPZ que acompanha as evoluções tecnológicas, as mudanças de comportamento, que tem uma preocupação especial com a pesquisa de mídia, que briga para usar da melhor maneira os recursos do cliente, que oferece todo tipo de solução em termos de divulgação. Esse é o espírito desse novo portifólio. As pessoas se cansam de ver apenas portifólios impressos, o mercado está cada vez mais rápido, com menos tempo e por isso optando pelo mundo virtual.

A criação foi tão fiel aos personagens e à alma da DPZ que até pequenos detalhes, não menos importantes, como a tradicional meia vermelha de Petit, um Zaragoza sambista e um Duailibi às voltas com o lap top e gravatas vermelhas foram captados. Os sons, as reações e expressões mais usuais de cada um dos três maiores ícones da propaganda brasileira estão no portifólio digital de forma divertida e irreverente. Há espaço para todas as informações relevantes da agência, inclusive sobre sua trajetória na criação de marcas, como para o Banco Itaú, Sadia, Credicard, Carlton, Gol e personagens, como o baixinho da Kaiser, o garoto Bombril, o Alfredo, o pimentão que se bronzeia, o Hydrolino da Hydra e o temido leão do Imposto de Renda.

Não há quem não se encante com o trabalho, que é uma espécie de concentração do poder criativo e da capacidade de surpreender da DPZ. O D, o P e o Z passeiam pela tela do computador divertindo e informando. Além de toda a carga informativa colocada de forma descontraída e absolutamente divertida, há a interatividade de jogos como o da memória e a máquina caça níqueis que podem, ao final, premiar os participantes com brindes virtuais. Colocar portifólios digitais no mercado é algo que muita gente faz, mas este trabalho certamente representa um marco de bom gosto e criatividade. O trabalho, desde a concepção, foi totalmente acompanhado pelos sócios da DPZ e foi tudo tão significativo que deverá tornar-se fonte para o site da empresa e também será produzida uma versão impressa.

Para realçar ainda mais a apresentação do novo portifólio, a DPZ montou uma superestratégia de divulgação, que inclui o envio a um grupo de executivos de grande influência no mercado de elegantes caixas com as letras DPZ, vermelhas, como o logo da agência. Esses executivos receberão uma caixa por dia e em todas elas haverá uma mensagem para aguçar ainda mais a curiosidade em torno do novo portifólio. Textos embalados por palavras-chave, como “prepare-se”, “saboreie”, “colecione”. Tudo para anunciar a novidade e mostrar a todos que comunicação se escreve com três letras: D, P e Z.

 

 

 

 

Share.

About Author

Comments are closed.