Ogilvy Public Relations fecha parceria com a Diferencial

0

A Ogilvy PR, unidade de relações públicas da Ogilvy Brasil, acaba de fechar uma aliança estratégica com a Diferencial para a criação de uma área especializada em planejamento estratégico e implementação de processos de gerenciamento de questões sensíveis (issues management), relacionamento com públicos de interesse (stakeholder engagement), gerenciamento de crises, processos de continuidade do negócio (business continuity) e de relacionamento com a mídia. O trabalho da nova unidade, a Ogilvy PR Diferencial, prevê também a preparação e treinamento de executivos para o relacionamento com a mídia (media training), simulações de crises, coaching e relacionamento com stakeholders tais como clientes, investidores e comunidade, entre outros.

“Essa parceria vem atender a uma demanda específica do mercado já que, no mundo inteiro as empresas começam a se conscientizar de que issues management e o stakeholder engagement geram vantagem competitiva para as organizações, na medida em que priorizam e otimizam esforços e recursos, garantindo agilidade nos processos de comunicação do dia-a-dia, além de preparar a empresa para eventuais crises”, diz Mônica Medina. “A idéia é quebrar paradigmas do setor, hoje ocupado por assessorias de imprensa convencionais, sem uma visão mais ampla de Relações Publicas”, explica Francisco Britto, diretor geral da Ogilvy Public Relations Brasil, que chegou ao Brasil em fevereiro deste ano.

Presente em 62 países, a Ogilvy Public Relations Worldwide é hoje a maior empresa do Grupo Ogilvy em receita, com US$ 100 milhões ao ano. A expectativa é registrar um lucro da ordem de US$ 1 milhão anualmente no mercado brasileiro de comunicação empresarial, que cresce a uma velocidade de aproximadamente 15% hoje no País. O setor possui cerca de 1,1 mil empresas, que em 2005 movimentaram R$ 600 milhões, segundo dados da Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom). O desempenho brasileiro ainda é pequeno se comparado aos Estados Unidos – um mercado de mais de US$ 2,5 bilhões R11; mas demonstra vigor para crescer.

Foi eleita como a melhor agência  do ano de 2001, pela PR Week e Holmes Group, duas das mais respeitadas publicações da área e em 2006 aparece como a agência mais desejada pelas empresas americanas para resolver situações de crise, lançar produtos ou desenvolver projetos na área financeira. Surge ainda como a principal escolha na hora de selecionar uma nova agência. Intitulada “A importância de ser parceiro”, a pesquisa mostra a importância de se manter um cliente, reconhecer as prioridades e se preparar para conduzi-las de acordo com o resultado esperado pelo cliente.

A Ogilvy Public Relations terá uma atuação inovadora num setor que ganha cada vez mais espaço no mix de marketing dos anunciantes, começando, inclusive, a ser percebida como uma alternativa à propaganda. A Ogilvy PR vai trabalhar como ferramentas capazes de fortalecer a reputação das empresas sem desrespeitar o alinhamento da marca. “Essa é uma disciplina que complementa as ações arquitetadas em 360º, filosofia aplicada pela Ogilvy mundialmente”, comenta Sérgio Amado, chairman do board e presidente do Grupo Ogilvy Brasil.


Francisco Britto – Francisco Britto, 48 anos, diretor-geral da Ogilvy Public Relations Brasil, é formado em Publicidade, Jornalismo, pós-graduado em Administração de Empresas e tem 30 anos de experiência profissional. Iniciou a carreira como Gerente de Produtos na Construtora Adolpho Lindenberg, em 1976. De lá, seguiu carreira em agências e anunciantes ocupando posições de destaque em empresas como Salles, FCB, Young & Rubican, W/Brasil e Wunderman. Fruto disso, adquiriu uma formação multidisciplinar que envolve propaganda, promoção, marketing direto, relações públicas e imprensa. No último ano, foi Publisher da revista Forbes. Mantém um blog sobre mundo corporativo no site do jornal Gazeta Mercantil. É articulista para vários veículos, tem três livros publicados e está nos conselhos de empresas como a Brasilpar e CBM (Companhia Brasileira de Multimídia).

Mônica Medina – Mônica Medina, 46 anos, fundadora da Diferencial, é formada em Relações Públicas, com pós-graduação em Marketing e tem 25 anos de experiência em Comunicação Empresarial e Marketing. Foi Gerente da Divisão de Promoções do Banco Nacional e gerenciou a área de Comunicação da Companhia Atlantic de Petróleo. De 1989 a 1994, além de suas atividades na Atlantic, coordenou o Grupo de Relações Externas do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom). Durante os 12 anos que dirigiu a Diferencial, planejou e produziu campanhas e ações de Comunicação Estratégica para empresas multinacionais e nacionais de grande porte, com as quais estabeleceu parcerias de sucesso e longo prazo.


Sobre a Diferencial – Há 12 anos no mercado, a Diferencial é uma agência de relações públicas que se consolidou como uma das principais empresas de planejamento estratégico e implementação de processos de issues management, stakholder engagment, gerenciamento de crises, bussiness continuity, reestruturação positiva, mudança/transformação cultural, change management e reforço de imagem Corporativa do país. A Diferencial atua também na preparação e treinamento de altos executivos para relacionamento com a mídia, gerenciamento de crises, coaching e relacionamento com stakeholders tais como clientes, investidores, comunidade, entre outros. A equipe da Diferencial treina, acompanha e assessora porta-vozes durante entrevistas com a mídia, nas apresentações para outros públicos específicos e em participações em Audiências Públicas e Comissões Parlamentares de Inquérito.

Share.

About Author

Comments are closed.