Olympikus aposta alto no Pan

0

A Olympikus, líder do mercado nacional de material esportivo com faturamento de R$ 410 milhões em 2006 (crescimento de 28% em relação a 2005), está em contagem regressiva para os Jogos do Pan 2007, no Rio de Janeiro, em junho. A empresa espera aumentar em 30% as vendas este ano na onda do evento que deve mexer com o País. Os primeiros indicadores são positivos: crescimento de 82% em janeiro e mais de 100% em fevereiro deste ano em comparação com os mesmos meses de 2006

Dona de 25% do mercado de marcas esportivas e uma produção de 10 milhões de pares/ano, a Olympikus é um dos mais fortes ícones da Azaléia.

Patrocinadora oficial dos Jogos Pan-americanos Rio 2007, os diretores da empresa dão lições de otimismo este ano. “Acreditamos que os Jogos Pan-americanos sejam um grande impulsionador de vendas para a marca. Mas, o mais importante é que conseguimos transmitir aos nossos consumidores o atual estágio de tecnologia e design de nossos produtos, o que fez nosso ticket médio subir para R$ 200. Se formos comparar fevereiro de 2007 ao mesmo mês de 2006 já crescemos mais de cem porcento. É um número impressionante. Os primeiros recordes dos Jogos Pan-americanos já começaram a ser batidos por nós”, afirma Paulo Santana, diretor de marketing da Calçados Azaléia.

Os Jogos Pan-americanos Rio 2007 garantirão à Olympikus uma visibilidade internacional, pois, além do Brasil, fornecerá uniformes para 25 países da América Latina. Sua marca estará estampada em cerca de 3.000 atletas de um total previsto de 5.500. Por ser a marca licenciada exclusiva no segmento de calçados, vestuário e acessórios, a Olympikus também tem o direito de lançar uma série de produtos com as marcas dos Jogos nesses mercados.

O próprio patrocínio ao RIO 2007 já dá direito a algumas propriedades que são a visibilidade de placas nos locais de competição dos Jogos e eventos preparatórios que vêm sendo realizados desde 2005. A Olympikus pode realizar ações comerciais e de marketing com o público e clientes nesses eventos. O patrocínio ao RIO 2007 envolve também o patrocínio ao Comitê Olímpico Brasileiro até o fim dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008.

O investimento total da Olympikus em marketing, de 2005 a 2007 (desenvolvimento de produtos, patrocínio e comunicação dos Jogos Pan-americanos Rio 2007) é de R$ 100 milhões. Desse valor, cerca de 65% de investimento em veiculação publicitária, incluindo o patrocínio à cobertura das mídias Globo. Ao todo, neste primeiro semestre, a Olympikus terá 19 páginas de anúncios em revistas; mais de 100 inserções em jornais; mais de 1500 inserções em rádio e mais de 9 milhões de page views na Internet. Já na televisão serão mais de 3700 inserções, com comerciais de 1 minuto e de 30 segundos e vinhetas de 5 e 3 segundos, atingindo mais de 160 milhões de brasileiros, segundo dados do Ibope. O valor específico ao patrocínio dos Jogos é de R$ 10,6 milhões. Dentro do investimento total também estão previstas ações em pontos de venda e Internet.

A campanha de 2007 da Olympikus foi elaborada pela DCS Comunicações, agência publicitária de Porto Alegre. Cinco filmes de 30 segundos foram gravados em outubro/novembro do ano passado e produzidos pela Zeppelin Filmes. Dois deles, Cristais e Abelha, destacam a tecnologia de amortecimento Tube. No primeiro, o jogador de vôlei Giba faz peripécias para pegar objetos jogados do alto de um prédio pelo técnico Bernardinho. No segundo, um praticante de Le Parkour corre pela cidade escapando de uma mosca disfarçada de abelha. Outros dois, Dança e Atrasado, contam com a participação de Luciano Huck na divulgação da linha casual OLK.

O quinto filme, “Quadras”, contou com a participação de 100 figurantes e tem estréia prevista para o final de maio. Com um enfoque direto no RIO 2007, o filme serve como uma homenagem aos atletas brasileiros e tem o intuito de colocar a Olympikus junto com a torcida brasileira nos Jogos Pan-americanos.

Mas o melhor para a marca foi a aprovação de seus uniformes pelos atletas brasileiros que vão participar do Pan 2007. Todas as peças foram criadas pelo OEstudio, uma das mais conceituadas no mundo da moda.

Marca oficial do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) desde 1999 e patrocinadora dos Jogos Pan-americanos Rio 2007, a Olympikus buscou a inspiração na natureza, um dos ícones do país, para vestir a Delegação Brasileira nos Jogos, entre os dias 13 e 29 de julho. E a maior participação do Brasil em um evento multiesportivo também merecerá uma produção em quantidade recorde. A Olympikus produzirá em torno de 70 mil peças, entre roupas e calçados de Vila, treino, competição e pódio para atender os cerca de 970 membros da Delegação que representará o país. Cada integrante da Missão Brasileira receberá um enxoval de 70 peças.


O layout e a tecnologia foram cuidadosamente conceituados de acordo com seus usos. Os uniformes de Vila (passeio) têm aspecto mais casual e descontraído, com tecidos adequados à ocasiões de relaxamento em que o atleta estará vestindo essas peças. Os agasalhos de passeio e de pódio foram pensados para ser, ao mesmo tempo, imponentes e confortáveis. Já na linha para treino, o visual é mais singelo e o foco das peças é a tecnologia voltada para a performance – é o momento em que os atletas estão concentrados e não querem chamar atenção. Por fim, as peças de competição registram o ápice da conjugação tecnologia de alta performance com o design arrojado: é o momento também de dar show e, por que não? Intimidar o adversário.

Por se tratarem de uniformes específicos para mercados de esportes nos quais não atua, a marca apenas não fornecerá material para esgrima, esportes aquáticos, hipismo e vela. A equipe de futebol utilizará peças de seu próprio fornecedor, o único que possui contrato anterior ao da Olympikus com o COB.

Com o objetivo de oferecer a melhor infra-estrutura para atender os atletas brasileiros durante os Jogos, será montado na Vila Pan-americana o Espaço Olympikus. Será uma área de 225m² com costureiras à disposição para fazer qualquer ajuste necessário nos uniformes, bem trocas de tamanhos de materiais, por exemplo. O espaço também atenderá as outras 25 delegações das Américas que serão vestidas pela Olympikus nos Jogos Pan-americanos RIO 2007.

A partir da primeira quinzena de abril, as lojas de todos o país já estarão vendendo os artigos de passeio e treino da Delegação Brasileira (agasalhos, t-shirts, regatas, shorts, bonés, meias, bolsas), em preços que variam de R$ 99 a R$ 589.

Opinião dos Atletas

Falcão (Futsal)

“O resultado ficou ótimo. A Olympikus se colocou no lugar dos atletas e conseguiu um resultado maravilhoso. E este uniforme vai ficar mais bonito ainda com a medalha de ouro no peito.”

Hugo Hoyama (Tênis de mesa)

“A roupa é muito gostosa de usar, com um material bem confortável. As cores também têm tudo a ver com o Brasil. Quem sabe assim não conseguimos intimidar nossos adversários?”

Mariana Ohata (Triatlo)

“Já participei de dois Jogos Olímpicos e dois Jogos Pan-americanos e confesso que nunca vi um enxoval assim, tão bonito. E, como sou uma pessoa que acredita muito em cromoterapia, penso que essas cores vão trazer muita energia positiva para os brasileiros.”

André Domingos (Atletismo)

“Os uniformes estão impecáveis. Vamos arrasar! Fiquei muito emocionado no desfile porque pude comprovar a evolução do material que a Olympikus fornece desde 99, nos Jogos Pan-americanos de Winnipeg.”

Mariana Brochado (Natação)

“Achei os uniformes lindos, muito confortáveis. É a cara do Brasil. A Olympikus caprichou bastante e vai ficar ainda mais bonito quando todos os atletas estiverem usando nos Jogos.”

Números dos uniformes da Delegação Brasileira:

Vila, pódio e treino – 58.200 peças
Competição – 7.500
Calçados – 4.500 pares (3.000 tênis e 1.500 sandálias)
Meias – 6.000 pares
Mochilas – 1.200
Mala de viagem – 1.200
Bonés – 2.400
T-Shirts – 8.000
Agasalhos – 2.400
Shorts – 4.800

Tecnologias Olympikus presentes nos uniformes brasileiros para o RIO 2007

– Dry Action: Tecido com alta capacidade de transpiração, facilita ao máximo a circulação do ar, eliminando rapidamente o suor e deixando a pele livre da umidade. Torna o tecido mais leve e confortável. Será usado por diversas equipes, como as de atletismo e vôlei. A tecnologia também está presente nas sapatilhas de atletismo.

– Tube: Tecnologia de amortecimento para tênis de alta performance baseada nos tubos flexíveis usados para segurar grandes edificações de cidades sujeitas a terremotos de alta escala, como Tóquio, Los Angeles e Cidade do México.

– Solar Tech: A proteção da pele dos atletas contra o sol do Rio de Janeiro fica a cargo da tecnologia Solar Tech® Olympikus, que inibe os efeitos dos raios UVA e UVB com fator de proteção +50.


A foto em destaque é de divulgação, clicada pelo fotógrafo Ismar Ingber, mostra os atletas no desfile de apresentação dos uniformes do Brasil nos Jogos Pan-americanos Rio 2007, que aconteceu no Hotel Copacabana Palace, no dia 13 de março de 2007.

 

Share.

About Author

Comments are closed.