Pena máxima para a Nestlé

0

Leia o comunicado no qual o Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária informa ter aplicado a pena máxima à Nestlé:

 

“O Plenário do Conselho de Ética do CONAR, em sessão realizada na última quinta-feira, dia 8, aplicou ao anunciante Nestlé a medida de divulgação pública em razão de expressões e ilustrações empregadas na campanha e embalagem do produto Purina Beneful, alimento para cães.

O caso foi submetido ao CONAR em 2004 por denúncia de anunciante concorrente, que questionou a veracidade da informação de texto sobre a presença de carne nobre na composição do produto, reforçada por ilustração de carne fresca.

Esgotada a discussão do caso, em decisão irrecorrível, o Conselho de Ética recomendou a correção da campanha e da embalagem. Porém, decorridos cerca de quinze meses, Purina Beneful continuava persistindo na infração apontada.

Vencido o prazo para que o anunciante atendesse às recomendações, o Conselho de Ética houve por bem impor, agora, a sanção mais severa prevista no Código Brasileiro de Auto-regulamentação Publicitária, que é a divulgação pública da posição do CONAR em relação ao anunciante responsável pelas peças reprovadas.”

 

Share.

About Author

Comments are closed.