Recorde na internet brasileira

0

Em março de 2007, o número de internautas residenciais ativos atingiu ainédita marca de 16,3 milhões de pessoas, número 15,6% maior que no mês anterior.

Tradicionalmente, março apresenta um maior número de usuários ativos que fevereiro (são 31 dias contra 28, além do Carnaval).

 Além disso, o número de pessoas que moram em domicílios que possuem pelo menos um computador com acesso também aumentou, refletindo a atualização dos dados da PNAD 2005, do IBGE e do Global Internet Trends, levantamento trimestral do IBOPE//NetRatings.

 Agora, são 25 milhões de brasileiros morando em residências com acesso (contra 22,1 milhões em 2006) e 32,9 milhões com acesso em qualquer ambiente (casa, trabalho, escolas, universidades e outros locais). “O efeito acumulado da queda contínua do preço dos computadores e do acesso, bem como a expansão do crédito para as camadas mais populares é decisivo para o aumento do número de pessoas conectadas no país”, afirma Alexandre Magalhães, coordenador de análise do IBOPE Inteligência.

O Brasil continua a ser o país com maior tempo médio de navegação residencial por internauta, com 20h54min, o que significa 1h47min ou 9,4% mais do que em fevereiro. O crescimento anual de horas navegadas é de 7,8%. A França, com tempo médio por internauta residencial de 19h56min, os Estados Unidos, com 19h08min, Japão, com 18h34min e Alemanha, com 17h53min por pessoa foram os países que mais se aproximaram do Brasil, entre os 10 medidos com a mesma metodologia.

Na comparação mensal entre as categorias, entre fevereiro e março de 2007, Viagens e Turismo apresentou o maior crescimento (36,4%), recebendo a visita de mais de 4 milhões de usuários residenciais ou cerca de 25% do total de internautas ativos residenciais do período. Também destaca-se o crescimento da categoria Casa e Moda, com subcategorias que tratam de beleza, culinária, jardinagem e imóveis (venda, locação, sites das incorporadoras, imobiliárias, entre outros subsetores).

 Em tempo de permanência nos endereços eletrônicos, o maior crescimento no período também foi da categoria Viagens e Turismo, que congrega os endereços eletrônicos das companhias aéreas, das agências de turismo, hotéis, guias e mapas, além de sites que oferecem roteiros e dicas aos viajantes em geral, que apresentou tempo médio de navegação por pessoa de cerca de 30 minutos.
“O setor de Viagens e Turismo cresce muito na web”, afirma Magalhães, destacando também o segmento de “Casa e Moda”.

 “O cuidado consigo e com o local onde se mora exercem forte influência sobre as pessoas atualmente. Além disso, o forte crescimento que o setor imobiliário mostra nos últimos meses indica que as empresas do ramo finalmente acordaram para a importância da internet para a cadeia produtiva do setor”, completa o analista.


Nos últimos treze meses, as categorias que mais cresceram em número de visitantes foram: 1) Automotivo, que cresceu 45%, e teve em março 2,6 milhões de visitantes; 2) Notícias e Informações, que cresceu 29% no ano e recebeu 10,5 milhões de internautas residenciais; 3) Viagens e Turismo, que cresceu 28,6%, atraindo os já citados 4 milhões de internautas residenciais em março de 2007.

Share.

About Author

Comments are closed.