Red Bull Racing

0

O oval do Autódromo Internacional de Curitiba não é exatamente um oval, mas os 2.550 metros do anel externo do circuito localizado na cidade de Pinhais provaram-se tão “manhosos” com a Red Bull Racing, em matéria de acerto do carro, quanto as tradicionais pistas norte-americanas.

Em um final de semana onde resultados expressivos são fundamentais para que Hoover Orsi e Daniel Serra sigam na briga por uma vaga para os play-offs, o duo da Red Bull sofreu para encontrar o setup ideal nesta quinta-feira. Somando-se a isso a inconstância entre os jogos de pneus, e o resultado foram colocações discretas para Hoover e Serrinha: 26º e 43º respectivamente, na somatória dos treinos da manhã e da tarde, liderada por Cacá Bueno (EurofarmaRC) com a marca de 51.128.

“Lógico que a posição na classificação não é a ideal, mas acho que não estamos tão atrás dos ponteiros quanto parece”, acredita Hoover, piloto do Volkswagen Bora #12. “Foi uma sessão complicada, com várias bandeiras vermelhas, e acredito que não consegui extrair o melhor dos pneus também por causa disso. Tentamos coisas bastante distintas em matéria de acerto de manhã e à tarde; agora é a hora de analisar bem a telemetria para decidir o que funcionou e o que não deu certo, e buscar o melhor compromisso em termos de setup para amanhã. Temos que buscar uma vaga entre os dez melhores do grid”.

Para Serrinha e o VW Bora #29, a situação parece um tanto mais complexa: “Todo mundo anda muito junto aqui, e não conseguir o acerto ideal custa muito caro”, explica o paulistano de 23 anos. “O carro até vai bem nas curvas, mas está difícil nas freadas, e acho que estamos também perdendo um pouco nas retas. Precisamos de correr atrás dessas soluções para voltar a andar próximo da frente na classificação”.

O chefe de equipe da Red Bull Racing, Amir Nasr, concorda: “O caso do Serrinha é preocupante mas nem tanto; os melhores tempos de trecho dele são razoáveis, ele só não conseguiu colocar uma volta inteira no mesmo nível em função das bandeiras vermelhas e do tráfego. O mesmo problema afetou o Hoover, que tem um carro equilibrado e que pode vir para a frente com os pneus novos amanhã. A única questão que realmente me preocupa é o retorno das variações entre os jogos de pneus, que pode transformar o treino de amanhã em uma loteria”.

Share.

About Author

Comments are closed.