SÃO PAULO CIVILIZA-SE

0

Com um prefeito, Fernando Haddad, com visão de futuro, compromisso e respeito à população, a cidade de São Paulo civiliza-se e começa a ser exemplo para o país e para a América Latina com iniciativas em prol da mobilidade urbana por meio da ampliação de ciclofaixas de lazer e ciclovias que vão redesenhando o espaço urbano que é de todos e transformando, nos fins de semana, áreas antes ocupadas apenas pelo som dos automóveis e a emissão de poluentes em espaços de lazer e convivência, urbanidade, como a Avenida Paulista aos domingos. Para facilitar a vida dos que têm compromisso com o futuro e celebrar o mês de setembro marcado pela reflexão quanto à mobilidade e o Dia Mundial Sem Carro, em 22, a São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) acaba de lançar o site SP de Bike.

SP-de-Bike_Home_Reprodução

O projeto foi concebido em formato online e oferece, inicialmente, cinco sugestões de roteiros para quem pretende conhecer a capital paulista de bicicleta, sejam turistas ou moradores.

São rotas que passam prioritariamente por vias exclusivas para ciclistas e possuem atrativos turísticos no caminho, como parques, museus, centros culturais e prédios históricos. A distância aproximada do percurso e o tempo previsto estão descritos para que os interessados tenham ideia da quilometragem e o período que farão cada passeio.

Também acessível para versão de plataforma mobile (tablets, smartphones e celulares), o SP de Bike disponibiliza o mapa geral da infraestrutura cicloviária (ciclovias e ciclofaixas) já existentes na cidade de São Paulo dividida por região, facilitando a visualização dos locais para pedalar.

Além disso, o site possui notícias relacionadas ao mundo das bicicletas, sugestões de grupos e associações de bikers, dicas de segurança e comportamento, assim como informações sobre onde alugar ou emprestar bicicletas, locais bike friendly (amigáveis aos ciclistas), como fazer integração nos trens e metrôs e outros serviços.

Pedalar também pode ser um meio de locomoção para fins de lazer e entretenimento. Conhecer e explorar uma cidade como São Paulo sobre duas rodas permite contato mais próximo com os locais visitados, de um ponto de vista único, e mais interação com as pessoas ao redor.

O uso da bicicleta tem crescido cada vez mais em todo o mundo e, na capital paulista, a Prefeitura pretende chegar a 400 quilômetros de infraestrutura cicloviária implantada até o final deste ano. Levantamento divulgado pelo Observatório de Turismo e Eventos – núcleo de estudos e pesquisas da SPTuris – no início de 2015 mostrou que as novas ciclovias incentivaram 84% dos usuários a utilizar a bicicleta como meio de transporte.

A pesquisa ainda apontou que a nota geral da estrutura cicloviária de São Paulo foi de 7,2 e que a maioria dos usuários é de homens – quase 80% – na faixa etária dos 30 a 39 anos (31,58%). A criação de novas vias ainda incentivou mais de 84% dos usuários a usar a bicicleta como meio de transporte, sendo que mais de um terço dos usuários entrevistados já utilizava o veículo para ir de casa ao trabalho. A pesquisa na íntegra está no site observatoriodoturismo.com.br.

 

Share.

About Author

Comments are closed.