Uma ausência na festa dos Civita

0

A festa foi bonita. Mas teve ausência importante. O próprio Roberto Civita a notou e chamou atenção: Richard, seu irmão, não foi à festa do centenário de nascimento de Victor Civita, fundador da Editora Abril. Em compensação, estavam lá os senadores José Sarney (PFL/AP) e os senadores Renan Calheirtos (PMDB/AL) e Antônio Carlos Magalhães (PFL/BA), artistas, outros tantos políticos e utros tantos empresários. A Sala São Paulo parecia pequena para abrigar tanta gente, que, na saída, ganhava o DVD “Paixão por prazer”, da TV1, contando a hiustória de Civita no Brasil. Italiano, Civita foi tentar a sorte na América, primeiro nos Estados Unidos, depois no Brasil, onde se fica em 1949 e começa a vender revistas em quadrinhos da Disney, que licenciava e logo se tornariam um tremendo sucesso. Das bancas para a Editora Abril foi um pulo. O jornaleiro passava ao posto de editor. Amanhã, Vitor Civita vira nome de praça, na Rua Sumidouro, ao lado do edifício-sede da Editora Abril, em São Paulo.

E Civita ficou tão grato aos Estados Unidos e ao “american way of life”, que lhe garantiu o sucesso, que os filhos têm ainda hoje exagrada admiração pelos EUA. Civita é daqueles que fica surpreso com jornalistas que falam e escrevem em inglês. Os Civita carregam na veia essa admiração pela cultura americana. Uma forma agradecimento ao Tio Patinhas, o Pateta e o Mickey.

Share.

About Author

Comments are closed.