Uma força para o setor calçadista

0

O vice-presidente do BNDES, Armando Mariante, e o diretor de Planejamento, Antonio Barros de Castro, anunciaram nesta quinta-feira, dia 1º, a ampliação para US$ 240 milhões da dotação orçamentária do Programa de Apoio Financeiro ao Setor Calçadista e a prorrogação do prazo de vigência para até 31 de dezembro de 2007. O anúncio foi feito durante visita à sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – FIERGS, em Porto Alegre (RS).

Criado em fevereiro do ano passado, com orçamento de US$ 70 milhões, duplicado no mesmo ano para US$ 140 milhões, o programa tinha prazo inicial de vigência até 31 de dezembro de 2006.

O programa, criado no âmbito da Linha de Financiamento BNDES-exim Pré-embarque, tem por objetivo estabelecer condições competitivas de financiamento às empresas do setor, a fim de atenuar as atuais dificuldades enfrentadas pelas exportadoras de calçados decorrentes da forte concorrência internacional.

Nesse sentido, o programa permite o financiamento em até 100% em TJLP (a Taxa de Juros de Longo Prazo do BNDES) para as empresas exportadoras de calçados, com taxa de remuneração de 2% ao ano. Ao autorizar o financiamento 100% em TJLP, o programa estendeu às grandes empresas de calçados as mesmas condições que já eram praticadas para as pequenas e médias exportadoras.

Após o efetivo início do programa, em maio de 2006, até o final do mesmo ano, foram desembolsados US$ 95 milhões em financiamentos, beneficiando 12 empresas do setor. O montante liberado pelo BNDES correspondeu a cerca de 8% das exportações brasileiras de calçados no mesmo período. A demanda pelos recursos do programa permanece ativa.

Na última quinzena de dezembro de 2006 foram protocoladas no BNDES novas consultas de empresas exportadoras de calçados, no valor total de US$ 10 milhões.

Share.

About Author

Comments are closed.