Volks e um gol de bom humor

0

A AlmapBBDO estréia domingo a campanha 2007 do Volkswagen Gol, o carro mais popular e vendido da montadora alemã no País. A ação terá, a princípio, 6 comerciais e 10 anúncios, spots de rádio, anúncios específicos para as revistas Placar e Playboy e campanha na Internet. As peças são inspiradas na lista “As verdades de Chuck Norris”, que circula pela Internet reforçando – com humor – os poderes do ator americano de filmes de ação Chuck Norris.

Para quem ainda não conhece, a lista com as verdades de Chuck Norris é uma brincadeira que corre na web exaltando os poderes do ator e que já ultrapassa os 700 itens. A primeira verdade sobre ele, por exemplo, diz que “As lágrimas de Chuck Norris curam o câncer. É uma pena que ele não chore nunca”. Outra afirma que “Chuck Norris contou até o infinito. Duas vezes”. A verdade nº 42 assegura que “quando o bicho papão vai dormir, ele deixa a luz acesa com medo de Chuck Norris”. E assim por diante.

A campanha criada pela AlmapBBDO segue a linha bem-humorada da lista do ator. Um dos anúncios, por exemplo, traz a imagem de um disco-voador e o Gol, com o título: “Alguns extraterrestres juram que foram abduzidos pelo Gol”. Em outro, a verdade é que “não é o macaco que levanta o Gol. O Gol é que faz o macaco empurrar a Terra para baixo”.

O filme de estréia, “Lombada”, com 30”, mostra várias cenas de performance do Gol, enquanto o locutor discorre sobre as características do carro até afirmar: “há outras verdades sobre o Gol que é preciso saber”. Vemos então uma lombada em primeiro plano e o carro vindo em sua direção. O locutor diz: “O Gol não passa em lombada”. E, quando o carro se aproxima velozmente, a lombada ganha pernas que correm para a calçada. A locução conclui: “A lombada foge antes”. A assinatura da campanha é: “Gol. Use sem dó.” A direção do comercial é de Rodrigo Pesavento, da Zeppelin. Os comerciais e anúncios têm roteiros de Wilson Mateos e Roberto Pereira, com direção de arte de Marcos Medeiros e Luiz Sanches. A direção de criação é de Marcello Serpa.

Share.

About Author

Comments are closed.