Zona Sul estréia na telinha

0

Hoje, segunda-feira, dia 16 de abril de 2007, a rede supermercadista Zona Sul fará sua estréia no mundo da propaganda eletrônica com uma campanha criada pela W/Brasil.

O comercial de 60 segundos é, antes de tudo, uma declaração de amor à sua cidade e ao seu público.

Pela primeira vez em TV aberta, numa grande programação de TV a cabo e nos cinemas cariocas, o comercial faz uma verdadeira viagem pelo mundo da Zona Sul — a Zona Sul propriamente dita —, mostrando suas paisagens e tipos na ótica de quem ama e vive nesse lado tão peculiar do Rio. Longe de ser um cartão postal para turistas, será impossível para quem é cliente do Zona Sul não se enxergar nesse comercial.

O filme, criado por Sergio Franco e Fabio Meneghini, respectivamente redator e diretor de arte da W/Brasil, acontece em 2 partes: a primeira, ambientada nas ruas do Leme  ao Leblon (e não só até o Leblon, mas também São Conrado e Barra da Tijuca, como bem lembra o novo conceito da loja), na qual a câmera vai seguindo pessoas que se dirigem para algum lugar a princípio não definido. Num plano-seqüência, essas pessoas vão tendo seus caminhos cruzados até se encontrarem casualmente em  seu destino final: a loja do Zona Sul.

E é justamente dentro do supermercado que se passa a segunda parte do comercial, em que os encontros que aconteceram nas ruas da Zona Sul se reproduzem nos corredores da loja. Sempre num clima de camaradagem e cordialidade, como se todos se conhecessem desde sempre.

Do elenco às locações, tudo foi cuidadosamente selecionado para esse comercial. Para tanto, foram escolhidos tipos e pessoas facilmente identificados por todo e qualquer carioca: da garota que caminha com toda a ginga no calçadão ao garotão que passeia de jipe pelas ruas mais charmosas do Brasil. Do taxista à jovem mãe que passeia com seu filho. Do atleta que faz seu cooper matinal ao ciclista que passeia pelas ruas do Rio carregando a marca do Zona Sul.

Um universo  tão peculiar que acabou sendo transposto em cada detalhe.

Um dia tão especial que quase não precisou ser trabalhado na pós-produção digital do filme, que contou com os recursos de alta definição do equipamento EQ para valorizar ainda mais a luz e o colorido natural do Rio.

 

“Balanço Zona Sul”, de Simonal a Simoninha.


Pode-se dizer que poucos anunciantes no mundo têm o privilégio de contar com uma trilha tão adequada e tão personalizada como a que o supermercado Zona Sul teve a felicidade de abraçar para esse seu primeiro comercial, criado pela W/Brasil e produzido pela SFilmes.

Para embalar sua estréia nas TVs, cinemas e rádios do Rio, o supermercado contou com o talento de Wilson Simoninha para recriar a canção “Balanço Zona Sul”, de Tito Madi, sucesso nos anos 60 na voz de seu pai, Wilson Simonal.

A letra da música, apesar de ter sido composta há cerca de 40 anos, parece que foi feita sob medida para o cliente. E é de seus versos que nasce o novo conceito da loja:  “Do Leme, e não só até o Leblon, Zona Sul. Neste coração cabe de tudo.”

Para o comercial, Wilson Simoninha gravou uma versão especial de 60” da música, que virou jingle e promete estourar — e não só nas rádios do Rio. Mas ficar restrito a 1 minuto era muito pouco para uma canção que tinha tanto a oferecer. Assim, Simoninha regravou o sucesso também na íntegra, com direito a remixes e versões eletrônicas, que breve estarão nas mãos dos principais DJs da noite carioca.

 

Share.

About Author

Comments are closed.