DISCRIMINALIZAÇÃO DA MACONHA É O DESAFIO DO COMUNICA QUE MUDA

0

A agência nova/sb está compartilhando os desafios de se fazer Comunicação de Interesse Público, um modelo de comunicação que eles são especialistas. Na última segunda-feira, 3, a turma de publicitários divulgou os bastidores da criação da campanha sobre descriminalização da maconha que vem aí, elaborada pela equipe do projeto Comunica Que Muda (CQM). Os vídeos estão no  canal do CQM no YouTube, e mostram também como foi o processo seletivo dos nove estudantes de graduação que somaram forças nesse trabalho. Eles fazem parte de diferentes áreas de conhecimento, como propaganda, jornalismo, ciências sociais e direito.

Bruna Paniago, uma das selecionadas, avaliou a experiência que é desenvolver uma campanha de interesse público.

–  É muito  difícil  passar uma  informação  que atinja a todos sem ofender  ninguém e da maneira certa, mas é aí que está a graça do CQM. Todos depositaram uma  confiança enorme no nosso trabalho e é isso que nos incentiva a fazer algo realmente bom e notável -, comenta a publicitária.

 A websérie que conta o cotidiano da equipe, seus desafios, perfis e habilidades, já possui cinco vídeos. A ideia é mostrar a evolução de um processo de criação que vai além do que uma campanha habitual costuma fazer, tendo em vista os objetivos diferenciados da Comunicação de Interesse Público – ainda pouco explorada na comunicação social nacional. O principal objetivo de projetos como o Comunica Que Muda é melhorar a vida do brasileiro, valorizando, sobretudo, a qualidade da cidadania.

– O Comunica Que Muda é um projeto da própria nova/sb, sem incentivo de órgão algum. É uma questão que vai até mais além do que Responsabilidade Social. Para nós, é um compromisso como cidadão esse tipo de iniciativa. A gente usa as nossas melhores habilidades em prol de algo que possa melhorar a vida das pessoas. – comenta o presidente e sócio-fundado da nova/sb, Bob Vieira da Costa.

Debate – O tema foi abordado com profundidade no dia 02 de março, quando a nova/sb organizou um debate na Casa do Saber de São Paulo. O encontro reuniu o ator e colunista Gregório Duvivier; o advogado Pedro Abramovay; o criador do jornal Voz da Comunidade, René Silva; o psiquiatra Valentim Gentil; e a jornalista e apresentadora Barbara Gancia. O debate, que durou cerca de 2h, pode ser assistido no site http://www.comunicaquemuda.com.br/aovivo.

nova/sb – tradição em Comunicação de Interesse Público – O projeto Comunica Que Muda segue a tradição pioneira da nova/sb que, em 2011, surpreendeu o mercado de comunicação com o lançamento da nova/batata, a primeira agência pop-up do Brasil, com trabalho de transformação – através da publicidade – do Largo da Batata, em São Paulo.

A nova/sb está entre as maiores agências de publicidade do País. Conta com escritórios completos em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, somando mais de 180 profissionais. No portfólio tem clientes como Caixa, Prefeitura de São Paulo, Governo do Estado do Rio, BNDES, Metrô – SP, Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Banco Central, Organização Internacional do Trabalho (OIT), Organização Mundial da Saúde (OMS), e Shopping Vila Olímpia.

Até hoje é a única agência brasileira convidada pela OMS para participar de suas concorrências e já realizou campanhas para o Dia Mundial do Doador de Sangue, uso indiscriminado de medicamentos e Dia Mundial Sem Tabaco. As peças foram veiculadas em cerca de 200 países.

Dentre os projetos próprios que reforçam seu posicionamento de Comunicação de Interesse Público (CIP), vale destacar a exposição “Propagandas de Cigarro – Como a Indústria do Fumo enganou as pessoas”, trazida dos Estados Unidos para o Brasil.

O projeto Comunica Que Muda já está no ar nas redes:

 www.facebook.com/ComunicaQueMuda

 twitter.com/comunicaquemuda

Share.

About Author

Comments are closed.