GIACOMETTI RIO. DOS LIVROS PARA AS PÁGINAS DA ARCHIVE

0

A Luerzer’s Archive, publicação internacional que reúne os mais criativos trabalhos de propaganda em todo o mundo, destaca em sua primeira edição de 2015 (janeiro/fevereiro) a campanha “Pocket Books”, criada pelo escritório carioca da Giacometti para a editora Record. As peças foram selecionadas na categoria Publicações.

De forte apelo visual, a campanha tem como objetivo a divulgação dos livros de bolso, os chamados “pocket books”, fazendo alusão ao tamanho e à praticidade dessas edições, e mostrando ferramentas com as quais eles poderiam ter sido escritos, como pequenas pequenas canetas tinteiro ou pequenas máquinas de escrever. A pintura digital foi feita pelo ilustrador alemão Martin Schneider. A assinatura das peças é da dupla de criação João Santos (diretor de criação) e Fábio Caveira (diretor de arte).

O reconhecimento à beleza e à criatividade do trabalho da Giacometti se espalhou por outras partes do mundo. Além de mencionada pelo Clube de Criação de São Paulo, a campanha integrou o Top 6 semanal (categoria Print) do site Best Ads on TV, cuja seleção é feita por criativos do porte de Cosmo Campbell, (chief creative officer da DDB Canada), Amir Kassaei (worldwide creative director da DDB), Mark Tutssel (CCO da Leo Burnett) e Sergio Gordilho (agência Africa), entre outros. A campanha também foi destacada pelo LetsKalk, site mexicano especializado em publicidade.

Revista global com sede em Viena (Áustria), a Archive define-se como o maior acervo da vanguarda da propaganda, selecionando e divulgando, desde 1984, o que há de mais criativo no mundo da publicidade. A Giacometti já havia sido destaque na publicação em 2011, 2013 e 2014, com peças criadas para a loja de móveis Finish, a STIHL Ferramentas Motorizadas e a própria editora Record. Com a nova inclusão, a Giacometti passa a ser a segunda agência do Rio de Janeiro com mais trabalhos selecionados pela Archive, e uma das mais reconhecidas do país pela publicação internacional.

Share.

About Author

Comments are closed.