CASADIGITAL ANUNCIA AQUISIÇÃO DA FIRSTCOM

0

De olho nas grandes transformações que estão impactando e desafiando o mercado de Relações Públicas, a agência CasaDigital, comandada pelos sócios Luiz Villar e Felipe Barreto, anuncia a aquisição da FirstCom Comunicação, agência de PR liderada pelo jornalista Luis Claudio Allan. O administrador de empresas Indio Brasileiro, sócio-fundador da FirstCom, deixa a sociedade e irá se envolver em novos projetos na área de negócios e marketing. Allan segue como Diretor Executivo e sócio da agência.

Com a concretização do negócio, a FirstCom passa a fazer parte da holding CasaCorp, ampliando o leque de serviços das duas agências e a sinergia entre marketing digital, conteúdo e PR, tendência que vem ganhando força com o crescente aumento da audiência nos canais digitais e a necessidade de implementar estratégias de comunicação que engajem os consumidores com conteúdos relevantes disseminados na mídia on-line, nas redes sociais e por influenciadores, como blogueiros e youtubers.

“O novo PR demanda o envolvimento de diversas disciplinas e ferramentas de comunicação que vão muito além da tradicional assessoria de imprensa. A FirstCom tem um DNA digital por conta da sua forte atuação no atendimento a clientes de tecnologia e Internet. Agora, ao passar a fazer parte da holding CasaCorp, buscaremos o melhor de cada agência para construir estratégias que associem media relations, digital, social media, business intelligence e mensuração para atender nossos clientes dentro de um modelo que amplie o engajamento das marcas com seus fãs e consequentemente melhore a performance de vendas e o ROI”, assinala Villar.

“Este ano a FirstCom completa 15 anos e nossa visão sempre foi a de que PR deve ser parte integrante de uma estratégia de comunicação que tenha como foco construir marcas para gerar negócios. Trago uma experiência de 25 anos como profissional de assessoria de imprensa e sabia ser fundamental me associar a um grupo forte na área digital que nos permitisse fortalecer e direcionar a agência para este novo PR. Vamos conciliar nosso reconhecido histórico na construção de estratégias de media relations com as competências da CasaDigital nas novas mídias. Estamos muito motivados em juntar nossas forças nessa direção, especialmente unindo marketing de conteúdo, storytelling e RP”, completa Allan.

O Diretor Executivo da FirstCom ressalta que o novo PR exige das agências contar com um time de talentos e ferramentas que atendam as novas formas de disseminação de informação e conteúdo. “O marketing de conteúdo desempenha o papel de construir marcas através de histórias capazes de envolver os consumidores. Não se trata de fazer publicidade on-line e mídia display, mas de desenvolver conteúdos para todas as mídias, seja o tradicional press release, vídeos, podcasts, artigos de opinião, posts para Facebook e Twitter, imagens para Instagram, grupos no WhatsApp, ações no Snapchat e no YouTube, campanhas de ativação e de street marketing ou qualquer canal onde possamos gerar engajamento. O papel do PR, por sua vez, é garantir que todo este conteúdo atinja as pessoas certas para construir marca e reputação, além de mensurar qual o impacto e a performance das campanhas nestes canais”, pontua Allan.

A visão da CasaDigital e da FirstCom sobre o novo PR encontra respaldo no Global Communications Report, primeira pesquisa global realizada com mais de 1 mil executivos de relações públicas pela USC Annenberg Center for Public Relations em associação com a Holmes Report.

De acordo com o estudo, a projeção é que nos próximos 5 anos o mercado mundial de PR passe de US$ 14 bilhões para US$ 19,3 bilhões. Para 81% dos líderes das agências, este crescimento será impulsionado pela criação de conteúdo, 75% por social media e 70% por reputação de marca.

Media relations ainda tem forte representatividade, com 55% dos entrevistados indicando a atividade de assessoria de imprensa entre as que mais continuará impulsionando o mercado de PR.

Entre os fatores que mais foram citados como responsáveis pelas mudanças no PR estão, nesta ordem, a adoção de novas tecnologias, o crescimento da demanda por conteúdo, a expansão dos canais de comunicação e, por fim, o aumento no uso de dados e na demanda por serviços especializados.

Share.

About Author

Comments are closed.