JESSE OWENS, UM NOME NA HISTÓRIA OLÍMPICA

0

O desafio estava lançado: reviver a trajetória de Jesse Owens, um dos maiores atletas da história nos Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim, Alemanha. E para dar vida a Raça (Race, Canadá/2016), que chega aos cinemas brasileiros no dia 16 de junho, o ator escolhido foi Stephan James (Selma: Uma Luta Pela Igualdade), recentemente reconhecido como estrela em ascensão no Festival Internacional de Toronto em 2015.

O ator canadense, que já teve a honra de representar no cinema outras figuras importantes da história afro-americana, trouxe sensibilidade e dedicação ao enredo e impressionou a produção do longa, dirigido por Stephen Hopkins (Colheita do Mal, A hora do Pesadelo 5: O Maior Horror de Freddy, Predador 2: A Caçada Continua). A obstinação do ator teve como intuito fazer justiça ao estilo único e postura de Jesse Owens, reconhecido por sua determinação, coragem e foco.

James mergulhou profundamente no universo de Jesse Owens: “Eu não conhecia muito sobre Jesse; sabia quem ele era e tinha uma ideia geral do que tinha feito. Rapidamente percebi que sua história era muito mais profunda do que uma extraordinária mostra de atletismo. Raça permite que você entenda mais completamente a época, as circunstâncias e os conflitos em que ele vivia e navegava”, comenta o ator.

A corrida também passou a ser prioridade na rotina de James, que já era adepto de outros esportes como o basquete, futebol, futebol americano, kickboxing e atletismo. Foram vários meses de preparação com o treinador de atletismo da Georgia Tech, que possibilitou a sua entrada ao programa Owens, bem como sessões com o atleta olímpico canadense Hank Palmer, que contracenou com James em algumas cenas de corrida, e também aparece como irmão de Jesse, Quincy.

Jesse Owens foi o primeiro atleta afro-americano a ganhar quatro medalhas de ouro no atletismo em uma única edição dos Jogos Olímpicos: 100m, 200m, salto em distância e revezamento 4x100m, sendo o último um recorde. Em meio a um cenário de segregação e diversidade, o atleta demostrou que, invés de raça ou nação, a excelência individual distingue o homem. O recorde de medalhas de ouro em uma única olimpíada permaneceu inquebrável por 48 anos.

Para o ator, a vida do atleta é uma inspiração: “Jesse lutou e triunfou contra as adversidades de sua vida. Ele quebrou barreiras indo para Berlim correr nas Olimpíadas. Ele mudou o curso da história, não apenas quebrou recordes. Muitos dos atletas que vieram depois não teriam nenhuma chance sem ele”.

Antes de estrelar como o herói olímpico em Raça, Stephan James compôs o elenco de Selma: Uma Luta Pela Igualdade, de Ava DuVernay, um dos mais aclamados filmes dos anos recentes, em que recebeu uma indicação do Black Reel Award por sua atuação, e dividiu com seus colegas atores o prêmio Black Film Critics Circle por Melhor Montagem.

Share.

About Author

Comments are closed.