LICRA COMBATE O ÓDIO NAS REDES SOCIAIS COM CRIATIVIDADE

0

Com criação da DDB Paris, a LICRA (Ligue internationale contre le racisme et l’antisémitisme) lançou uma impactante e importante campanha em plataformas digitais para sensibilizar e mobilizar os jovens para lutar contra o racismo cotidiano em linha como no mundo real. Desde o dia 22 de outubro, LICRA tem postado uma série de vídeos exclusivos como parte da campanha “Hack para o bem” e reforçado a hashtag #NoLikesForRacism. Esta campanha de vídeo móvel é, na realidade, um plebiscito para incentivar os jovens a combater o racismo todos os dias na Internet. Criada pela DDB Paris, a estratégia foi vencedora da competição criativa “Hack for Good”, organizado pelo Facebook em benefício da LICRA.

Hoje, as páginas da Internet se recusam a hospedar o ódio dos outros. Através desta iniciativa, a LICRA quer denunciar tanto o comportamento racista lemrando que todos podem lutar contra o preconceito e o racismo em linha com o mundo real.

Alain Jakubowicz, Presidente da LICRA, explica que a campanha #NoLikesForRacism é um chamado à ação do cidadão: “Esta campanha é uma oportunidade única para convidar os jovens a aliarem seus smartphones contra o racismo. É também uma forte mensagem aos racistas e anti-semitas que tentam fazer de suas redes sociais “campo de jogos”, diz, lembrando que estes “jogos” contribuem para proliferar o ódio.

O filme #NoLikesForRacism, com produção de Les Fils de e direção de Virgil Texier, retrata os personagens de todas as idades, de todas as origens e de todas as profissões expressando o racismo cotidiano. A abordagem criativa é simples, mas inteligente, pois visa mostrar o filme no sentido inverso no Facebook News Feed. Para visualizá-lo corretamente, o usuário deve interagir. A interface do Facebook nesse processo é revertida e uma mensagem forte aparece no final do filme: “Se você não gosta deste vídeo, não goste deste vídeo.” O usuário é então solicitado a clicar no botão “Like”, que, em sentido inverso, faz o filme tomar a direção oposta, eliminando o ódio antes expresso.

“Estamos muito felizes e muito orgulhosos de contribuir para a luta contra a banalização de declarações racistas por meio de nossos talentos criativos e, assim, apoiar LICRA na sua ação”, disse Matthew Lesseux, co-presidente da DDB Paris em comunicado.

“O racismo não tem lugar no Facebook, razão pela qual nos envolvemos em iniciativas para nos contrapormos ao discurso do ódio. Era natural para nós apoiar LICRA na criação e divulgação de campanha #NoLikesForRacism. Esta iniciativa é uma continuação do trabalho que fazemos com as associações para promover a emergência contra o discurso de ódio no Facebook, na França e no mundo “, disse Delphine Reyre, diretor de Assuntos Públicos do Facebook na França.

Hackear for Good: como aconteceu na França

Facebook realizou em 18 de junho de 2015 uma iniciativa que teve como objetivo fazer os criativos de agências pensarem em torno de um tema prioritário: a luta contra a incitação ao ódio. Oito equipes de criação de grandes agências francesas (5èmeGauche, BETC, Digitas, LBI, DDB Paris, FRED & FARID, The Thing, Publicis Conseil e We Are Social), se reuniram para participar do “Hack for Good” para alcançar a meta de em um dia criar uma campanha de comunicação no Facebook para mobilizar os jovens em torno da luta contra o racismo. O conceito proposto pela DDB Paris para a LICRA  foi selecionado por um painel de diretores de criação, sob a liderança de Laurent Solly (CEO do Facebook França), Alain Jakubowicz (Presidente da LICRA) e Olivier Mongeau (Redator de Estratégias Sociais).

 

Share.

About Author

Comments are closed.