UMA CÉDULA PARA GABO

0

O Banco Central da Colômbia irá imprimir cédulas para homenagear Gabriel García Márquez, o mais cultuado escritor do país, que morreu em abril e que é visto como o pai do estilo literário conhecido como realismo mágico.

A notícia é da agência internacional Reuters e está estampada em diversos jornais e portais de internet. Segundo a agência noticiosa, o Congresso colombiano aprovou a decisão na terça-feira, dia 17 de dezembro de 2014, na forma de projeto de lei instruindo o banco a estampar a imagem de “Gabo”, como ele era afetuosamente chamado, nas próximas notas que produzir. A lei também exige que certos locais de sua região natal sejam preservados para o turismo.

O escritor que começou a carreira como repórter de jornal, ficou famoso por sua obra-prima “Cem Anos de Solidão”, que lhe garantiu o Prêmio Nobel de Literatura em 1982. O realismo mágico, onde a história ganha uma dimensão de fábula e párabola, é uma das principais características do genial Gabo, dono de uma obra consistente sobre a América Latina e respeitado também pelo seu amor aos povos. Do ambiente micro ao macro, Gabo deixou de herança uma rica literatura.

A maioria das cédulas de peso colombiano em circulação trazem imagens de pessoas que foram importantes na luta pela independência da Espanha no século 19.

Share.

About Author

Comments are closed.