XUXAINE

0

Uma máquina de cartões pode contar muitas histórias. Por trás da tecnologia, além de números, imprimem-se casos de vida, de superação e de empreendedorismo. E são algumas dessas histórias, sob o olhar de seus clientes, que a Cielo começa a contar em seis vídeos de um minuto e meio na série Cielo pelo Brasil, campanha que estreia nesta sexta-feira (26/4) na internet.

Presente em 99% do território nacional, a capilaridade da Cielo acompanha negócios de todos os portes e segmentos e muitas vezes a ‘máquina’ está presente também no sonho do pequeno lojista. Humanizar esses sonhos em forma de storytelling foi o que inspirou a criação da websérie.

"Nosso negócio revela, por vezes, um aspecto emocional. Aceitar cartões representa o ‘amadurecimento’ do negócio para muita gente e um desafio de superação, e conseguimos captar essa percepção com a nossa forte presença regional. É com essa emoção que queremos também trabalhar para engajar o nosso cliente", afirma Alba Pismel, Diretora de Marketing da Cielo.

Cliente com nome e sobrenome

Cielo pelo Brasil estreia em data simbólica, para comemorar o dia do engraxate. O primeiro personagem da série é Jaime Souza, nascido em Maringá, no Paraná, há 47 anos. ‘Quero uma caixinha para engraxar sapato’, disse à sua mãe, ainda jovem.

Bom de prosa, viu no polimento de sapatos uma oportunidade de fazer dinheiro. O bom papo atraía clientes e a fama logo se espalhou – Maringá ficou pequena para ele, e Jaime foi para São Paulo. Lustrando o sapato de um professor de universidade, começou a arranhar o inglês. ‘Would you like to shine your shoes?’, uma abordagem quase irresistível. Trocou de nome. Do Shine e do Shoes, nasceu o Xuxaine. Fez sucesso, alugou um apartamento, conheceu gente famosa e virou referência para outros engraxates.

Até que a clientela começou a cair. ‘Ninguém anda mais com dinheiro’, pensou ele. Só o papo e o inglês não eram mais suficientes. ‘Tô sem trocado’ ou ‘No money’ passaram a ser expressões temidas. Foi aí que a Cielo entrou na vida de Xuxaine. Ele passou a aceitar cartões e, se o inglês falhava, a máquina arrancava no mínimo um sorriso. Cobra à vista, parcelado, no débito ou no crédito e hoje tem mais de dois mil clientes.

"Esse é o objetivo da campanha. A Cielo é feita de pessoas, e histórias como essa podem servir de motivação para muitos outros empreendedores", reforça Alba Pismel.

A criação e a produção da campanha Cielo pelo Brasil são da agência FSB Digital, com direção de Tatiana Chiari, roteiro e filmagem de Felipe Zulato e edição de Eduardo Borrelli. A websérie exibirá seis vídeos até o final do ano, que irão ao ar mensalmente.

Cielo pelo Brasil no YouTube:

http://youtu.be/qgc6aUMNMHs

Share.

About Author

Comments are closed.