DIÁRIO DO GOLPE: “DESTRUIÇÃO A JATO” DA REPÚBLICA

0

O coletivo “Desmascarando” produziu importante documentário, fazendo uso de reportagens reais veiculadas pela mídia, para desmascarar os responsáveis diretos pela crise econômica, social e política que o Brasil atravessa hoje. É importante entender o que nos levou a essa situação e que resultou em novo golpe, desta vez político parlamentar, que culminou na cassação de 54 milhões de votos de brasileiras e brasileiros nas urnas do pleito presidencial de 2014.

 

O golpe de 2016 abriu espaço para que um projeto, sem a legitimidade das urnas, ironicamente intitulado “Ponte para o futuro”, com o qual Michel Temer pavimenta, na realidade, uma ponte para o atraso com apoio de plutocrática mídia, tradicionalmente golpista, e alguns setores do Legislativo e do Judiciário. Hoje, 15 de novembro de 2016, quando celebramos a Proclamação da República, que surgiu de um golpe contra a Monarquia, e cujo primeiro ato foi assinado por Rui Barbosa, a primeira voz a se arrepender e a pedir desculpas ao imperador D. Pedro II, quando este vivia no exílio em Paris, o documentário “Destruição a Jato”, do coletivo “Desmascarando”, é um belo convite à reflexão.

Este de foi o pedido de desculpas de Rui Barbosa a D. Pedro II por ter participado no golpe que selou o nascimento da República em 15 de novembro de 1889:

“Majestade, me perdoe. Eu não sabia que a república se tornaria isso.”

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.